O que esperar do filme de Deadpool?

O ano está voando e já estamos em agosto. Daqui 6 meses estreia, em fevereiro de 2016, Deadpool. Filme blockbuster inspirado no personagem de quadrinhos do mesmo nome, Deadpool é um personagem muito amado e polêmico. Por isso mesmo que sua participação em X-Men Origens: Wolverine foi odiada e repugnada com agressividade por parte dos fãs. Apesar de ser o mesmo ator que interpretou ambos os papeis, o público geral está bem animado e ansioso com o novo trabalho de Ryan Reynolds como Deadpool. Além de “se redimir” com um Deadpool medíocre do filme anterior, Reynolds também precisa compensar pelo filme de gosto questionável que foi Lanterna Verde, em 2011. Então, afinal de contas, o que devemos esperar de Deadpool (2016)?

1. Sexo, violência e palavrões

Existiu toda uma polêmica durante as gravações de Deadpool onde estava rolando rumores de que a censura do filme seria PG-13 (ou seja, para maiores de 13 anos). Deadpool é um dos personagens mais sarcásticos, debochados e sem papas na língua de toda a Marvel, então seria realmente um balde de água fria um filme de censura tão baixa para o personagem. Felizmente, os rumores não passaram de nada além de uma piadinha da produtora. A censura é de 17 anos, com cenas que deixam bem claro logo no trailer quem é o público-alvo. Então, sim. Podemos esperar um Deadpool totalmente fiel ao dos quadrinhos.

2. Pessoas ofendidas

Sabemos que filmes de super-heróis são considerados “filmes para crianças.” Por isso, não seria surpresa pra ninguém que alguém levasse seu inocente filho de 6 aninhos pra assistir Deadpool, seria? Afinal de contas, acompanhado dos pais, não tem problema algum. Pelo menos aqui no Brasil. Eu mesma assisti Titanic em 1997, no auge dos meus 5 anos. Então, da mesma forma que alguns pais querem o recall do Minion que aparentemente grita “what the fuck”, não será surpresa pra ninguém uma galera bem ofendida com o linguajar e cenas de violência do filme.

Público ofendido com Deadpool

3. Saúde mental de Deadpool

Não acredito que um filme do Deadpool seja levado a sério o suficiente a ponto de levantar uma bandeira sobre saúde mental, afinal de contas o protagonista Wade Wilson tem esquizofrenia. Isso faz com que ele tenha “consciência” de que é um personagem de quadrinhos, tenha desilusões grandiosas e fale com vozes dentro da sua cabeça, bem como falar com o público. Não sei como a Fox vai lidar com a saúde mental de Wade, mas devemos esperar algumas quebras da quarta parede.

Deadpool quebrando a quarta parede

4. Morena Baccarin!

Lembra daquela morena bonita e assustadora da série V? Se você já assistiu esta série, Firefly ou Homeland, o nome Morena Baccarin não lhe é estranho. A brasileira (que mora nos EUA desde os 7 anos, mas enfim) fará o par romântico de Ryan Reynolds no filme. Sabemos que ela é excelente atriz, e que merece uma participação em um filme grandão como Deadpool. Estamos torcendo pelo seu trabalho, Morena!

Morena Baccarin como Jessica Brody em Homeland (episódio 9)

5. Referências. Muitas referências

Já nos trailers, Deadpool faz referência ao fracasso do Deadpool antigo da Fox e “uniforme verde” que Reynolds usou em Lanterna Verde. Nos quadrinhos, por quebrar a quarta parede por diversas vezes, Wade faz referências até a personagens que não são da Marvel, como o próprio Batman! Então podemos esperar com muita segurança que sim, esse filme será recheado de referências.

Deadpool faz referência à Batman

Compartilhe!

Deixe uma resposta