Porque precisamos de comerciais como Worlds Apart, da Heineken

Será que dois estranhos com opiniões opostas conseguem provar que existe mais o que nos une do que o que nos divide?

A Heineken, uma das cervejarias mais famosas do mundo, lançou em abril um dos seus melhores trabalhos de marketing. O vídeo consiste de 6 pessoas divididas em três duplas, cada integrante da dupla com uma opinião contrária ao do seu colega. As duplas foram instruídas a montar uma mesinha de bar. Enquanto montam, as duplas são incentivadas a constatarem alguns adjetivos sobre si mesmos e semelhanças entre si e seu parceiro.

No final do vídeo, depois de estabelecerem uma relação amigável, os participantes são confrontados com vídeos de seus colegas de dupla mostrando suas opiniões divergentes.

Você pode conferir o comercial abaixo:

Heineken decidiu criar um comercial com assuntos polêmicos, mostrando os dois lados de cada moeda. Existe uma óbvia dificuldade de criar um conteúdo para ambos os lados sem ofender ninguém, especialmente depois do fiasco do comercial da Pepsi com Kylie Jenner. A campanha tinha um grande desafio: precisava ser sensível sem ficar “em cima do muro”.

Entenda a situação do público alvo

Segundo esta pesquisa, a direita (conservadora) e a esquerda (liberal), representadas no vídeo, quase nunca interagem uma com a outra. Uma boa forma de exemplificar o quão distantes são uns dos outros e o quão não interagem uns com os outros é a figura abaixo, ilustrando a direita como vermelha e a esquerda como azul.

O comercial acima lida com assuntos relevantes para ambos, como aquecimento global, feminismo e transexualidade. Segundo o Telegraph, os assuntos mais discutidos no Twitter são:

Como a Heineken enfrentou a dificuldade

O comercial, que foi publicado em abril já consta com 14,458,168 visualizações no YouTube. Muitos se perguntaram como conseguiram este marco e tanta notoriedade, lidando com assuntos tão delicados e com pessoas tão politizadas na internet. Diferentemente da Pepsi, Heineken decidiu não ficar “em cima do muro”. Sem medo de abordar diretamente os assuntos, Heineken entrou de cabeça com respeito e delicadeza, tratando dos dois lados como humanos.

A Heineken conseguiu abordar e “solucionar” um problema real, a polarização de opiniões e a vilanização do lado oposto. Quando abordando opiniões, precisamos ser menos frios. Não podemos retratá-los apenas como lado A e lado B.

A Heineken entendeu que ambos os lados precisam aprender a ver o outro como humanos. Precisamos nos aproximar e conversar. O comercial não prega por uma união, apenas um “abra sua mente, converse enquanto bebe uma cerveja”. Comece a conversa.

Compartilhe!

Deixe uma resposta