Tanta coisa pra pedir, vai pedir nudes?

Um desabafo sobre a cultura de pedir nudes.

Estou cansada dessa piada com fundo de verdade. Manda nudes. Desse bordão que serve como pedido mas, se eu negá-lo, torna-se piada que não deve ser levada a sério. Eu não sou boba. O seu jeito de falar não é a primeira vez que um homem usa comigo. Um interesse vazio em mim que dura por volta de 10 minutos até que exista um conforto suficiente pra pedir algo assim tão íntimo e assustador.

Vejo tanta gente falar que mandar nudes é burrice. Tanto homem falando isso. Se um homem me pede fotos sensuais, fotos nuas, é porque me considera burra? É assim que você me vê?

Me pergunte sobre minha cor favorita. O que achei do último Star Wars e se eu gosto de cachorro. Peça por fotos do jardim que cuido com a minha mãe, ou minha opinião sobre a crise econômica no país.

Talvez eu não seja tão interessante quanto sua paixonite de infância (aquela que te negou) ou a Jennifer Lawrence, mas eu tenho mais pra oferecer do que um close no meu decote no SnapChat.

A supervalorização do sexo me assusta. Nada é mais interessante do que genitálias? Não me entenda mal, sei como isso pode ser bom. Mas não vivo em função disso, caçando nudes de conhecidas já que não consigo transar com ninguém e tenho a fornicação como motivação de vida.

Isso é uma questão tão básica no feminismo, que apesar de parecer fácil de se entender, não entra facilmente na cabeça de muita gente. Pedir fotos íntimas de alguém que você não tem intimidade é uma invasão gigantesca, tal qual uma cantada de rua. Todo seu interesse em mim é no meu corpo. Todas as palavras trocadas previamente se tornaram preliminares pra você. É estranho, é assustador, é triste.

Mas, em pouco mais de um ano, tornou-se cotidiano que uma mulher lide com essas coisas, assim como lida com as cantadas de rua. Aos poucos, a geração “Mais Amor Por Favor” se torna “Manda Nudes Por Favor”, e todo mundo acha graça. Todo mundo dá risada. Porque a invasão da mulher e o desconforto que ela sente é engraçado. As consequências são engraçadas. Mostrar as fotos pros seus amigos é engraçado. É tudo uma grande piada.

O corpo da mulher é objeto e sua privacidade é piada. E eu cansei de ver gente dando risada. Nós somos mais que isso, então peça por coisas realmente interessantes. Aprenda a pedir.

1 Comentário

  1. Interessante seu desabafo Carol.
    Eu também moro em Bauru e sou diretor de arte, roteirista, designer e algumas coisas afim, em particular desenhista rs.
    Atualmente estou produzindo um documentário sobre a pornografia e uma das suas ramificações é o tal “nudes” que virou uma febre entre os internaltas, a ponto de desbancar a revista Playboy Americana.
    Então, passei por aqui, li e me agradei de seu conteúdo. Gostaria de agradecer pelo seu desabafo e que na minha próxima visita, poderíamos curtir um Mac juntos =) até mais Carol! Sucesso para você menina! =)

Deixe uma resposta