Destaque,  Games

Revitalização da Marca – Case de Overwatch, da Blizzard

Blizzard se vê com um desafio nas mãos: como fazer com que as pessoas voltem a falar de Overwatch?

Se você faz parte da comunidade gamer online, já ouviu falar de Overwatch e que o mesmo está “morrendo”. Apesar de ter sido o Jogo do Ano em 2016 e ter tido seu primeiro campeonato profissional poucas semanas atrás, a presença de Overwatch na internet diminuiu bastante. Os motivos são muitos: algumas pessoas sentem falta do desenvolvimento da história, outras acham que a Blizzard se tornou muito enérgica com sua comunidade.

Dizer que uma comunidade gigantesca diminuiu e agora se tornou apenas grande é uma versão mais aceitável do que dizer que Overwatch morreu. Pois não morreu, muitas pessoas ainda jogam em todas as plataformas, compram merchandising, se animam com eventos. Então sim, dizer que Overwatch morreu é um exagero. Mas, mesmo assim, a presença diminuiu e se a Blizzard quer que o a Liga Profissional se mantenha por mais alguns anos, algo precisa ser feito para revitalizar a marca. E algo foi feito.

Eis que a Blizzard decide que uma ação precisa ser feita. O D.Va’s Nano Cola Challenge ainda não acabou, então é impossível analisar os números e dizer se deu certo. E se por caso deu certo, quantos %. Mas mesmo assim, o D.Va’s Nano Cola Challenge é uma série de desafios simples que podem mudar o comportamento da Blizzard com Overwatch no futuro, caso isso dê certo. O evento é do dia 28 de agosto a 10 de setembro.

1) Desafio dentro do jogo com nove vitórias

O desafio dentro do jogo se trata de ganhar nove vitórias em qualquer tipo de modo de jogo. Depois das primeiras três, o jogador ganha uma dupla de sprays. O segundo trio de vitórias dá ao jogador um icon novo e, finalmente, a nona vitória garante ao jogador uma nova skin da D.Va.

E por que isso é legal? Porque incentiva as pessoas que pararam de jogar a voltar, e quem ainda está jogando se sente motivado para ganhar os itens cosméticos. Por ser uma série de desafios simples, não existe o perigo de a dificuldade se tornar impedimento para que o público consiga os itens. Jogadores de desempenho baixo também conseguirão suas nove vitórias dentro do prazo de duas semanas.

2) Desafio: assistindo ao Twitch

E agora chegamos ao que eu achei de longe mais interessante do desafio D.Va’s Nano Cola Challenge. Assistir à 8 horas de Overwatch no Twitch, em determinados canais de streamers de Overwatch. A Blizzard lançou uma lista com 14 streamers de Overwatch da Twitch para que a comunidade de Overwatch assista durante o período do desafio. De duas em duas horas, o espectador deve ganhar um, dois e depois três sprays diferentes da D.Va dentro do jogo.

E por que isso é legal? Porque a Blizzard conseguiu, de maneira simples e com poucos recursos, fazer com que a comunidade voltasse a se interessar em assistir a livestreams de Overwatch no Twitch. Mais pessoas assistindo, os streamers arrecadam mais seguidores e inscritos, mais pessoas descobrem amizades e influenciadores dentro da comunidade e voltam a se interessar pelo jogo. Tudo por um set simples e fofo de sprays da D.Va.

Ontem mesmo eu estava assistindo à um dos streams participantes do evento, o stream do Seagull, e o jogador profissional pelo Dallas Fuel, tocou brevemente sobre o assunto.

Não achei que eu voltaria a chegar ao meu pico de espectadores esse ano. As pessoas pararam de jogar Overwatch pelo Twitch porque menos pessoas vinham aqui nos assistir. Eu sei que vocês vieram pelos sprays, mas fico muito feliz de ter tantos expectadores assim novamente. Estou muito grato pela Blizzard(parafraseado)

No momento em que estava escrevendo este post, Overwatch está com 46.884 espectadores no Twitch, sendo o sexto jogo com mais espectadores da noite. Sim, na frente de games como DOTA e PubG. Tudo isso por causa de alguns sprays.

E por que a D.Va?

D.Va, ou Hana Song, é uma das primeiras personagens de Overwatch e já fazia parte do grupo de heróis quando o jogo foi lançado em 2016. Enquanto D.Va não é a personagem na capa do jogo ou considerada protagonista, D.Va sempre fez parte do meta dos jogos competitivos. Ou seja, ela sempre foi considerada uma peça necessária para se ganhar um jogo competitivo de Overwatch, desde o lançamento do jogo.

D.Va também é da mesma etnia que uma porcentagem gigante do público gamer e da Blizzard: coreanos. Muito do que a Blizzard é hoje, com Starcraft, e o que e-sports é hoje é graças aos esforços e determinação da comunidade gamer coreana. Não é a toa que D.Va é uma ex atleta profissional de Starcraft.

Com tudo isso em suas mãos, D.Va sempre foi um trunfo pouco explorado nas mãos da Blizzard. Uma personagem popular por sua jogabilidade, com que a comunidade coreana se identifica tanto, não poderia ficar de fora dos holofotes. E foi o curta animado recentemente lançado pela Blizzard que deu origem ao Nano Cola, em primeiro lugar. Já plantando a ideia do desafio.

Esse é o poder do marketing. Apesar de não termos números definitivos pra apresentar como esse é um case interessantíssimo sobre revitalização de marca, parece bem nítido que a campanha está dando certo. E o timing não podia ser melhor, durante o off season da temporada competitiva e profissional do game. Esperamos que a campanha D.Va’s Nano Cola Challenge renda bem para a Blizzard, e que eles façam isso mais vezes, para mais personagens diferentes.

Compartilhe!

Moro em Bauru, interior de São Paulo, tenho 22 anos e trabalho com design desde 2012. Sou apaixonada por games e literatura. Estou tentando viver uma vida saudável, mas minha paixão por McDonald's dificulta tudo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *