Viagem

Nossa viagem à Maresias

Em novembro do ano passado eu, Marco e alguns amigos fomos à Maresias, cidade do interior de SP internacionalmente conhecida por ser lar do premiado surfista Gabriel Medina. Passamos o primeiro final de semana de novembro lá, fui à praia, peguei uma corzinha e me diverti muito!

Meu pai é carioca e fui criada visitando o Rio de Janeiro com certa periodicidade. Como a minha palidez deve já insinuar, faz tempo que não vou a praia. Apesar do medo do mar, acho a experiência incrível. A brisa, o cheiro, a beleza, e o banho de mar em si são algumas das coisas que fazem a vida mais doce. Pela primeira vez em alguns anos, fui a praia! A foto abaixo é na casa que alugamos via Airbnb, antes de eu de fato pegar a corzinha.

Estadia

Vista da janela do Airbnb

Depois de uma viagem cansativa (que seria mais cansativa na volta), chegamos no começo da noite na casa que alugamos. Pelo Airbnb, alugamos uma casa que pudesse abrigar nosso grupo de sete pessoas. Marco e eu ficamos em um quarto de casal que dava pra uma vista incrível do condomínio vizinho. Parece bonito na foto, mas na vida real era ainda mais incrível.

Único problema é que, por mais que a brisa fosse agradável, não poderíamos dormir com a janela aberta, por conta da quantidade absurda de mosquitos que entraram. Não sei o que doeu mais, o queimado do sol ou os mosquitos.

A casa era bem equipada, tinha todo o básico de um churrasco, copos, talheres, temperos.

Praia

Praia de Maresias
♥ Juntinhos ♥

Como havia falado lá em cima, fui criada visitando a praia de Copacabana mais de uma vez por semestre. Uma praia precisa ser verdadeiramente bonita pra me impressionar. E a praia de Maresias é. Tem um charme interiorano que Copacabana não tem: é mais vazia. Isso porque fomos durante um feriado.

As praias de Santa Catarina tem uma qualidade semelhante, mas diferentemente da praia de Balneário Camboriú, a praia de Maresias não tem uma sombra enorme dos prédios aonde ficam os banhistas.

Também fomos à uma feirinha, aonde comprei lembrancinhas pra minha mãe e amigos. Inacreditavelmente, esqueci de comprar lembrancinhas pra mim mesma. A feirinha era perto da praia, mas tivemos que andar bastante. Sempre que perguntávamos quanto faltava, as pessoas respondiam a mesma coisa: 400m. Andávamos mais um pouco, e novamente: daqui 400m.

É realmente de uma beleza gigante, o povo é muito educado e gostaria de voltar pra lá com o Marco.

Comida

Almoçando com meu amor

Na maioria dos dias fizemos churrasco com os amigos, mas no dia 3 de novembro resolvemos sair só nós dois pra comemorarmos nossos 7 meses de namoro. Sim, em finados, mas quem se importa?

Naturalmente pedi um hamburguer e Marco um prato feito. Demorou um pouco para entregar, mas estava uma delícia. Atendimento também muito bom, o restaurante ficava entre a feirinha e o condomínio, praticamente de frente pra praia, e perto do Instituto Gabriel Medina da cidade.

Maresias foi a primeira cidade que visitei sem nenhum membro da minha família, ou alguém mais velho pra “cuidar” de mim. Foi muito importante pare meu crescimento pessoal. Espero poder voltar logo, pois me apaixonei pela cidade e pela praia. Mas também quero visitar muitas coisas novas com Marco, então talvez esse retorno demore um pouco! Te amo, Maresias!

Compartilhe!

Moro em São Paulo, tenho 26 anos e trabalho com design e desenvolvimento web desde 2012. Sou apaixonada por games e literatura, mas as duas coisas que eu mais amo no mundo são cachorrinhos e qualquer coisa cor-de-rosa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *